Quando qualquer um - seja aonde for - estender a mão pedindo ajuda...
Quero que a mão de A. A. esteja sempre ali.
E por isto eu sou responsável.

OLHAMOS PARA O PASSADO

“Primeiro, olhamos para o passado e tentamos descobrir onde erramos; então, fazemos uma energética tentativa de reparar os danos que tenhamos causado.”

Como um viajante na nova e excitante viagem de recuperação de A.A., experimentei uma recém-achada paz de espírito, e o horizonte apareceu claro e brilhante, ao invés de obscuro e confuso.

Rever minha vida para descobrir onde tinha errado parecia ser uma tarefa árdua e perigosa. Era doloroso parar e olhar para trás. Tinha medo de tropeçar! Não poderia tirar o passado da minha mente e apenas viver o meu novo presente dourado?

Percebi que aqueles, a quem tinha prejudicado no passado, permaneciam entre mim e meu desejo de continuar minha viagem para a serenidade. Tive que pedir por coragem para encarar essas pessoas em minha vida que ainda viviam na minha consciência, para reconhecer e tratar a culpabilidade que suas presenças produziam em mim. Tive que olhar aos danos que fiz e tornar-me disposto a fazer reparações.

Somente então minha viagem do espírito poderia começar.

Fonte: Livro “Reflexões Diárias”

 


Alcoólicos Anônimos Online – Todos os direitos reservados